Vanessa Brandão

Professora do Departamento de Comunicação, Doutora em Estudos da Literatura (UFF), mestre em Literaturas de Língua Portuguesa (PUC Minas), especialista em Gestão Estratégica de Marketing (FACE/UFMG) e graduada em Comunicação Social/Publicidade e Propaganda (UFMG).

E-mail: vcbrandao@gmail.com
Links: Curriculo Lattes | Academia.edu

Temáticas de interesse: retórica e poética no discurso publicitário; storytelling, transmídia e narratividade na publicidade contemporânea; elaborações discursivas da publicidade em mídias digitais; intermidialidade, estudos interartes, comunicação e literatura; estética da recepção (novos processos de leitura e produção de sentidos em redes digitais); cartografia da associação de marcas e organizações na web – ativismo e consumo, tensionamentos políticos e mercadológicos.

Artigos selecionados (ver relação completa no Academia.edu)

BRANDÃO, V. C. Quando o livro se torna publicidade: a narrativa na mediação entre poética e retórica do consumo. In: COMUNICON – Simpósio Internacional Comunicon 2016 (6o encontro de GTs de Pós-Graduação), 2016, São Paulo.

Link: http://anais-comunicon2016.espm.br/GTs/GTPOS/GT10/GT10-VANESSA_BRANDAO.pdf

BRANDÃO, V. C.. Falo, logo existo: anotações teórico-críticas das conversas entre marcas e consumidores em redes sociais. In: V Encontro Nacional de Pesquisadores em Publicidade e Propaganda, 2014, São Paulo. O sistema publicitário e a semiose ilimitada. São Paulo: INMOD / ABP2 / PPGCOM-ECA-USP, 2014, 2014. p. 908-922.

BRANDÃO, V. C.; PANNAIN, L. ; O., Nayelle . Dialogismo, produção e circulação de sentidos na Linguagem Publicitária Contemporânea. In: III Pró-pesq PP – Encontro Nacional dos Pesquisadores em Publicidade e Propaganda, 2012, São Paulo. Deve haver mais pesquisa na Publicidade porque é assim que se conquista a real beleza. São Paulo: Schoba, 2012. v. 1. p. 929-941.

Atual projeto de pesquisa: “Associações discursivas de marcas, ONGs e ativistas no contexto da midiatização: atravessamentos entre consumo, cidadania e ação política através do engajamento em ambientes digitais interativos” (2017/2018)